sexta-feira, 4 de julho de 2008

Primeiros tempos por terras de sua majestade


E surpresa das surpresas, em terras de sua majestade fazia a mesma temperatura que em Lisboa, com máximo de 27! O voo incluía uma maravilhosa passagem por Heathrow, que incluiu a fantástica experiência de estar numa fila com uma dúzia de aviões à espera para levantar voo. E levantavam também quase em filinha indiana. Depois Manchester, para apanhar comboio e finalmente Lancaster, depois de mais de 10 h de viagem!

E felizmente consegui arranjar quem me viesse buscar à estação de comboios, o Steve e a mulher, Caz, e que me ajudaram a acartar as malas para a minha casa provisória (o meu orientador está em trabalho de campo e deixou-me as chaves de casa dele). A casa fica do outro lado da cidade e é a subir, mas nada que não se tenha feito em 20 minutos, com paragens para reconhecer pontos estratégicos (basicamente os sítios onde comprar as coisas).

Chegado a casa: Hora de morrer para o mundo. Amanhã é dia de fazer qualquer coisa.

4ª feira, primeiro dia em Inglaterra: Depois de uma longa manhã ainda a recuperar da viagem e a arrumar o “quarto”, primeira ida à Universidade! E, muito corajosamente, decidi fazer o caminho a pé. Não sei quanto tempo levei a fazer, mas deve ter sido à volta de 1hora. Muito agradável esporadicamente, passando pelo meio das pastagens verdejantes do Verão inglês, mas certamente impraticável daqui para a frente: perder 2horas por dia para ir e voltar da Universidade!

Na Universidade andei umas duas horas a correr para a frente e para trás e para cima e para baixo, mas ao final desse tempo já me tinha conseguido registar e ter acesso à biblioteca e à Internet :) Muita burocracia, mas aparentemente funciona e os funcionários são impecavelmente simpáticos…

Voltei à cidade por um caminho alternativo e fui fazer as comprinhas do desenrasque na única loja que me lembrava do dia anterior. Depois disto já não podia com o braço, por causa da maldita vacina do tétano!!!

Canal de Lancaster, no caminho de volta da Universidade.

Jantei na casa do Steve, que me tinha convidado no dia anterior e depois disso ainda tive tempo de ir dar outra voltinha, desta vez até ao Williamson Park, que fica mesmo atrás da minha casa e tem uma bela vista para a Morecombe Bay e para o Lake District! E isto tudo graças a aqui só ficar de noite já depois das 22h.

No dia seguinte acordei com o braço ainda pior e cheio de sono. Isto de só haver umas 6h de escuro não está nada certo… Dia de ir as compras e do verdadeiro clima estival do Reino Unido se revelar finalmente :(

6a feira estou de volta a Universidade para tentar resolver mais umas burocracias e descobrir onde anda o meu departamento (isto aqui tambem anda em obras e esta tudo fora do sitio), mas hei-de arranjar um sitiozinho para meter as orelhas!

5 comentários:

tainha babujona disse...

:) em Helgoland às 4 da manha já os pássaros cantavam com toda a força...e à noite não chegava a ficar escuro...confuso mas giro
boa sorte ai!

Ricardo Lima disse...

Muito confuso, espero habitura-me brevemente... E tambem espero em breve ter um cantinho como o teu para poder espalhar as minhas papeladas!!!

Pan disse...

ai a vacina do tétano, malvada! como eu te compreendo...tb ainda a semana passada fiquei impossibilitada de esticar o meu braço mais do que 10cm...

icecreamandbrownies disse...

eu ainda nem me atrevi a ir tomar a vacina do tétano =(( acho que agora fiquei novamente desanimada!!!!

que tudo corra bem aí por "terras de sua majestade". cá esperaremos sempre notícias =)))

bjinhs
raquel

Ricardo Lima disse...

Ola!

So um aviso, se demoras muito tempo para ir tomar depois tens que tomar com reforco. Ou seja: 3 doses, que foi o que me aconteceu por ter perdido o boletim e eles o meu registo de vacinas.

Boa sorte e coragem!