sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

De volta às terras do Sol


E finalmente larguei as trevas e voltei à luz!
Na minha memória este tinha sido um belo dia de Sol, mas na foto não ficou bem assim....


Estrear os binóculos novos

Rever a famelga

Taz incluido (e agora sim, um belo dia de sol em registo fotográfico)

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Lancaster tropical

Fotografias da expedição à Butterfly house, Williamson Park, Lancaster.
Exploradores Ricardo Lima & Vanda Miravent...
7 de Novembro de 2008







Sol de Inverno

Por do Sol às 15h30! Que deprimência....
E as poças cobertas de gelo. Brrrrrrr!

Portugal numa rolha

Infelizmente acho que só está disponível para ver no Reino Unido, por isso quem andar por aqui que dê uma olhada...

http://www.bbc.co.uk/iplayer/episode/b00g34qr

O Ti Ferreira vedeta televisiva, difícil de acreditar...

domingo, 30 de novembro de 2008

Gelado de Lancaster

Assim estava Lancaster hoje por volta do meio dia....





sábado, 22 de novembro de 2008

As maravilhas do "Open source"

Todo um novo mundo se tem aberto perante os meus olhos...
....E tudo de graça e disponível on-line para todos!

Estou maravilhado!!!!

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Uns dias sem computador

Depois de uns dias sem computador. Tempo para pensar na tralha que passamos a vida a acumular...



video

sábado, 25 de outubro de 2008

O que uns não querem...

Olhem só o que encontrei à beira do rio:



E está como nova!

Aposto que vai ser a loucura em São Tomé....

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Tempos de mudança...

Não sei se é de passar muito tempo ao computador ou de estar em Inglaterra, mas nestes últimos dias tudo estar em mudança...

Depois da casa cheia, agora estou quase sempre com a "mansão" por minha conta

As aulas estão a começar e as ruas de Lancaster estão num autêntico redemoinho. Em breve vou começar a tirar uns cursitos a ver se aprendo alguma coisa sobre o que ando para aqui a fazer...

A temperatura desceu a pique e, apesar do céu até não ter andado muito cinzentão, as máximas por estes dias não passam dos 10ºC!

Os dias já são mais pequenos que as noites.

E lá fora, ao fim do dia ouço os gansos e vejo-os a voar em formação. Aposto que andam à procura dum sítio melhorzinho para passar o Inverno que aí vem!

Ainda por cima recebi este vídeo sobre o Centro de Estudos e Recuperação de Animais Selvagens, dos tempos em que andava por Castelo Branco....

video

Parece que o Bob tem mesmo razão....

terça-feira, 23 de setembro de 2008

Especial Passarinhólogos II

Aqui vai uma lista completa das espécies que vi por terras de sua majestade durante o Verão:

Podiceps cristatus - 1 ind. em Morecambe
Phalacrocorax carbo
Egretta garzetta -
Até 3 ind. em Aldcliffe
Ardea cinerea
Cygnus olor
- Muito comuns no canal. Anilhei 3 crias!
Anser anser - Às centenas em Aldcliffe
Branta canadensis - Às centenas em Aldcliffe
Alopochen aegyptiacus - Em Norwich
Anas platyrhynchus
Anas strepera -
1 fêmea em Aldcliffe
Anas clypeata
Aythya fuligula -
Em Edinburgh
Mergus serrator - 1 ind. em voo em Windermere
Circus aeruginosus - 1 macho em voo em Norwich
Accipiter nisus
Buteo buteo
Falco tinnunculus
Alectoris rufa
- Em Norwich
Phasianus colchicus
Gallinula chloropus
- Já vi uma a "atacar" uma garça-cinzenta, para defender a cria!!!
Fulica atra
Haematopus ostralegus
- A nidificar nos campos em Aldcliffe
Vanellus vanellus - Às centenas em Aldcliffe
Arenaria interpress
Calidris alpina
Numenius arquata
Tringa totanus
Actitis hypoleucus
Larus ridibundus
Larus canus
Larus argentatus
Larus marinus
- 3 ind. em Morecambe
Larus fuscus
Columba palumbus
Columba livia
Streptopelia decaocto
Strix aluco -
1 ind. a chamar na Willow Lane
Apus apus
Picus viridis viridis -
Ouvido em Norwich (muito diferente do nosso P.v.sharpei)
Dendrocopus major
Alauda arvensis
Hirundo rustica
- Anilhei umas quantas em Hornby. Têm as partes inferiores rosadas...
Delichon urbica
Anthus pratensis
- Só a partir de meio de Agosto
Motacilla alba yarrelli
Motacilla cinerea
Troglodytes troglodytes
Prunella modularis
Erithacus rubecula
Turdus merula
Turdus philomelos
Turdus viscivorus
- 1 ind. em Crook of Lune
Sylvia communis - Às dezenas em Holyrood Park, Edinburgh
Sylvia atricapilla
Phylloscopus collybita
Regulus regulus
Parus caeruleus obscurus
- Ou é da luz ou são muito mais pálidos que os lusos...
Parus major
Aegithalos caudatus rosaceus - Às dezenas por Lancaster
Sitta europaea
Certhia familiaris
Sturnus vulgaris
Garrulus glandarius
Pica pica
Corvus monedula
Corvus corax
Corvus corone corone
Corvus frugilegus
- Alguns pares nas imediações de Lancaster
Passer domesticus
Fringilla coelebs
Carduelis chloris
Carduelis carduelis
Carduelis cannabinna
Pyrrhula pyrrhula -
Um casal em voo sobre a ciclovia Lancaster-Morecambe

Fim-de-semana em família

E depois de semanas a olhar para o computador, nada como uma visita da família para dar uns passeios. Foi desta que finalmente fui ao Lake District, porque ainda por cima o tempo decidiu colaborar...
Com a família no "Temple Shelter" do "Williamson Park".

Lago Widermere, Lake District. O maior lago de Inglaterra.


Heysham, Morecombe Bay.

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Being Ricardo Lima

Para quem viu o Being John Malkovich...



Se quiserem entrar na minha cabeça durante as últimas semanas, é simples. Ponham a imagem seguinte em grande e olhem para ela 12 horas por dia...


Não anda muito longe disso. É claro que ninguém aguenta isto, por isso podem por a música em aleatório, para ter uma ideia mais realista. Imaginem que chove lá fora, têm os pés gelados e sempre que puderem pensem em São Tomé e que dias melhores hão de vir...

Ah, e estou-me sempre a esquecer disso mas convém lembrar que estão numa casa com 3 pessoas muito fixes e um gato fedorento e psicótico, que duma forma ou outra vão ajudando a passar os dias :)

domingo, 31 de agosto de 2008

As maravilhas da Santola

Canal Santola, a alegria da semana... O canal online onde podem descobrir tudo aquilo que sempre quiseram saber sobre São Tomé e Príncipe (e também aquilo que preferiam nem saber...)!
Fiquei particularmente surpreendido com a quantidade de música com origem são-tomense que aparece no site. Aconselho-vos vivamente a perder algum tempo numa incursão por este maravilhoso Universo são-tomense, onde podem encontrar pérolas como esta (e já agora assegurem que ninguém vos está a ver nem a ouvir):
Enfim, nada como um pouco de África para alegrar uma mais uma semana inglesa afundada na "Web of Science"!!!

terça-feira, 26 de agosto de 2008

Outra vez? Oh não...

A caminho de casa: acho que a minha é a última lá em baixo. E lá ao fundo a bela da estação nuclear, que bela companhia...
Ainda bem que não apostei nada, porque teria dito que esta semana ia ser sim. E afinal não foi...
Eu bem tentei, comecei a ir a anilhagens de cisnes e de andorinhas, mas não adiantou!
Acho que isto de estar sempre cinzento e passar o dia todo a trabalhar no computador começa a surtir os seus efeitos. Tenho que passear mais. O próximo dia em que não chover vou até ao Lake District. Espero que não falte muito....

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Semana não...

E é assim, nem todas as semanas podem ser boas. E esta de certeza que não foi...
Passei-a toda em frente ao computador, a tentar ajudar o mais que pude na preparação de uma candidatura a um projecto para São Tomé.

Que deprimência, ainda por cima o tempo lá fora sempre a chover. O momento alto da semana deve mesmo ter sido quando esta borboleta (Noctua pronuba) me entrou pela janela.

Ou então ver o Braveheart, ontem à noite na televisão (Freedom.....)
Com a música a ajudar, é claro:
Enfim, hoje o dia está melhorzito, acho que vou mas é sair do computador e dar um passeiozito!

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Ai, a Escócia.....

E finalmente fiz a minha incursão pela Escócia...
A ideia era aproveitar um fim-de-semana alargado à força para visitar a Ana em Edimburgo. E já agora dar uma olhada pelo Fringe Festival, um mega-festival de espetáculos de rua...
Edimburgo é uma cidade espetacular e apesar de não a conhecer sem o festival é, ao contrário de Lancaster, uma verdadeira cidade. E cheia de encantos, muito mais do que as cidades inglesas que já conheci. Conhecer edimburgo foi um primeiro e muito decisivo passo para me tornar fã da Escócia. Ana, tens muita sorte em te ter calhado uma cidade assim na rifa!
Jovem explorador, com Edimburgo ao fundo, vista da zona do Castelo

Passei sábado a conhecer Edimburgo e a ver alguns dos espetáculos, à borla e é claro muito bons (supostamente este é o maior e melhor festival do género a nível mundial).
No domingo um bónus. Fomos até Stirling para ver os jogos das Highlands. stirling fica mesmo no começo das Highlands, mas já deu para pegar o bichinho... Tenho que investir em conhecer a Escócia melhor!
O jogo mais carismático dos jogos das Highlands: Caber Toss. Consiste em pegar num poste gigantesco e atirá-lo. O objectivo é que ele faça uma volta, caindo num ângulo de 180º com a posição do atirador. Não é nada fácil, acreditem. Dos muitos vídeos que fiz este é dos poucos que em que ele consegue sequer virar o poste...


video
Para além dos jogos também há os gaiteiros, para não quebrar a tradição dos gaiteiros no primeiro fim-de-semana de Agosto, mas neste vez sem burro e um bocado mais a Norte do que o habitual. Gaiteiros escoceses, com o Wallace Monument, em honra ao Sir William Wallace, do Braveheart, aliás a batalha foi travada algures por aqui..

O Wallace Monument visto do Castelo de Stirling.


E na segunda-feira de manhã ainda tive tempo para visitar o Holyrood Park, um parque bastante grande, mesmo às portas de Edimburgo
Alguns aspectos do Holyrood Park!

E é claro deu para ver umas bichezas diferentes, entre as quais esta borboleta que não se deixou intimidar pela minha câmara.

(Lycaena sp.)

E, é claro, depois foi tempo de voltar para Lancaster e passar a semana toda a trabalhar numa proposta de um projecto para São Tomé. Vou agora na parte do orçamento, que o mesmo é dizer, na parte do desespero. O projecto que estávamos a fazer era mesmo muito bom, mas agora vai levar uns valentes cortes para encaixar no financiamento máximo atribuível. A ver no que dá, já só falta uma semanita para entregar a proposta!!

quarta-feira, 30 de julho de 2008

Uma semana inconstante

O fim-de-semana passado esteve maravilhoso =)
Aproveitei, é claro para dar um passeio a pé até Morecambe, que tem uma baía para a maior zona estuarina de Inglaterra. O Estuário do Tejo cá do sítio...
Acho que é o sítio mais bonito de Inglaterra que vi até agora. E este pequeno vídeo não faz justiça, porque lá ao fundo dava para ver as montanhas do Lake District!


video

E uma foto tirada do pontão, para a cidade

Até Lancaster fica muito mais bonito num dia de Sol...

E já agora, os arrabaldes da minha casita (neste lago criam ostraceiros...)

E depois de um fim-de-semana destes, o início da semana não foi o mais auspicioso.

Só a partir de 4ª feira me animei outra vez. Houve um convívio do pessoal do departamento de Biologia, que em Agosto vai ser reintegrado noutros dois departamentos (Eu vou passar a pertencer ao Departamento de Ciências Ambientais)! E depois fui finalmente a um pub, numa noite excepcional, que deu para estar de t-shirt até à meia-noite e tudo...

Na quinta-feira já consegui voltar a fazer coisas produtivas. Não tanto como seria desejável, mas já não foi mau. Nem o tempo a piorar outra vez me conseguiu desanimar!

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Começou o bala-bala

Esta foto já é de há 15 dias, mas aqui fica, para dar uma ideia das redondezas de Lancaster num dia de "Sol".



E finalmente já tenho orientador!!! E nada como começar com uma reunião original. Desta feita na viagem de combóio até Norwich. Devagar, devagar e com algum sono à mistura lá conseguimos alinhavar algumas ideias e prioridades para o momento!



Fim-de-semana por minha conta. Ou melhor por conta do Nuno e da Rita =) Obrigado pela estadia mais uma vez maravilhosa, com um tempo que até acabou por cooperar... Vi pela primeira vez o mar inglês e, apesar de não ser muito convidativo a uma banhoca, até foi bastante animador, mantendo o casaco vestido, é claro! E desta vez deu para conhecer Norwich e as redondezas =))) E o João Inês!!! E reencontrar a Steff. E também muito importante praticar o meu português!!!



E depois de tanta boa vida e descanso no fim-de-semana, lá veio a tempestade na segunda-feira. A reunião foi como abrir uma caixinha de Pandora, e de repente todo o caos saltou cá para fora... Mas pelo menos não me posso queixar por não ter nada para fazer nos próximos tempo. Antes pelo contrário. E acho que o pobre blog vai sofrer com isso! Terça feira fui a Cambridge fazer uma pesquisa na biblioteca da Birdlife e só me dou por muito contente de estar em Lancaster. Nada se compar à vida no campo e apesar de cidade, Lancaster, lá no fundo ainda tem muito do campo!


E esqueci-me de um pormenor muito importante. A minha casa ainda tem outro inquilino. Chama-se Enrik e é este belo exemplar de gato, que não toma banho, tem desequilíbros emocionais e está em processo de emagrecimento. Já pesou 8kg, mas agora está melhorzito. Consegue mexer-se e tudo! Tem uma técnica de subir aos muros muito parecida a uma pessoa a fazer escalada e desce com a ajuda do dono (o resto do pessoal tem medo de ser agredido).


Enrik, o verdadeiro gato fedorento...


E agora que finalmente tenho o que fazer e um gabinete na Universidade (a partilhar por 7 pessoas) o tempo decidiu melhorar, e bastante. Ontem devem ter estado uns 25ºC. Até fui de chinelos, manga curta e calções para a Universidade... É claro que tive que voltar a correr para casa à chuva, mas já foi um grande avanço, a comparar com o resto do mês!

quinta-feira, 17 de julho de 2008

Lar, doce lar!!!

Este vai com atraso, mas vai finalmente...
Depois de não muito longo, mas altamente stressante processo já tenho finalmente um buraquinho para meter as minhas tralhas. Fica um bocadinho fora de mão, mas é uma casinha muito jeitosinha. Os meus colegas são mais velhos que eu, trabalhadores (embora um deles também esteja a fazer o doutoramento), vegetarianos e parecem muito simpáticos. Eles foram aliás uma das razões que me levou a escolher o quarto. São eles o Kevin (e a mulher grávida de 7 meses, Janette) e o Ian ( e a namorada, Shona).
Todos os outros quartos que vi eram muito mais pequenos e desconfortáveis. As opções variavam entre casas que iam entrar em obras (e bem precisavam), que estavam cheias de caloiros ou só com rapazes (uma desarrumação de meter medo ao susto), que ficavam do outro lado do rio, cujos outros habitantes me desaconselhavam vivamente a escolher (um grande obrigado pela franqueza), cheiravam mal, estavam cheias de humidade, eram muito frias, etc... Enfim, nenhuma se comparava a esta bela mansão e tenho que me dar por muito contente por esta não ser uma dessas casas em que exigem que fique pelo menos 6 meses – factor limitante!!!



A morada é 241 Willow Lane (Marsh), Lancaster. Já sabem, quando puderem são bem-vindos...





Entretanto para quem estiver em Lisboa, aqui fica uma boa dica com sabor a trópicos:
http://www.lifecooler.com/edicoes/lifecooler/desenvRegArtigo.asp?art=6213&rev=2

sexta-feira, 11 de julho de 2008

Especial Passarinhólogos

Como não podia deixar de ser aqui vai uma lista comentada das avezitas que tenho visto por Lancaster, apesar de não ter propriamente dedicado a essa coisa maravilhosamente britânica que é o Birdwatching. Além disso de vez em quando ouço coisas estranhas que ainda não descobri o que são, por isso provavelmente ainda haverá alguns acrescentos. Além disso aqui perto fica a Baía de Morecambe, que parece ter algum potencial para as avezinhas que gostam de chafurdar na lama:

Os cisnes-mudos com as crias no Canal que passa pela cidade.
O ostraceiro e o pato-trombeteiro em voo baixo sobre a cidade.
As ferreirinhas em todas as sebes (certas pessoas talvez tenham que vir aqui para ver isto – RC & NP!)

Mais uma semana de "desorientação"

Isto de vir fazer doutoramento e não ter orientadores é um bocado chato…
Nos primeiros dias nem sabia muito bem para onde me virar. Começar a dominar os locais para fazer as compras e pelos vistos também os horários para as fazer, começar à procura de casa, mas trabalho de doutoramento por enquanto ainda muito pouco, aliás pouco mais que as burocracias e algumas trocas de e-mails.
O Castelo de Lancaster no caminho de volta da Universidade (Que bonito!!!!!)


Finalmente depois de muitas trocas de e-mail, equívocos e sobes-e-desces consegui finalmente encontrar uma das pessoas que o meu orientador disse para eu falar. Curiosamente essa pessoa não sabia muito bem o que me dizer e, para além de me dar a conhecer a mais algumas pessoas e um eventual lugar que eu poderia "okupar" num dos escritórios do departamento! Enfim na confusão não ficam a ganhar à bela da FCUL, mas andam lá perto.
Uma vez que não tenho onde ficar na Universidade, por enquanto isto foi o que se arranjou pela casa do meu orientador. Nada mau, ein oh tainha babujona!!!


Passada uma semana em Lancaster começo a stressar à grande com a procura de casa. A Students Union não ajuda nada, aliás ainda nem consegui ir lá, porque estão sempre ausentes… Decidi procurar na Internet e depois de mandar uns 50 mails e fazer uma meia dúzia de telefonemas. Felizmente há muita oferta e apesar de ninguém querer um estudante que não sabe por quanto tempo vai ficar, as poucas casas que vi eram fixes, por isso a escolha não vai ser muito dramática!!! A ser tomada muito em breve.
Entretanto o clima aqui ficou do pior. Não chega nem aos 20ºC e em alguns dias deve andar mais pelos 10ºC!!! Sempre acompanhado da bela da chuva e do céu nublado. O Steve e a Caz, que me tinham ido buscar ao comboio a semana passada vão de férias para a Suécia, para fugir ao mau tempo… Acho que isso diz muita coisa!
Mesmo assim há uns interstícios nos quais consegui dar umas voltitas pela cidade e muitas vezes acabei a correr para casa, para fugir à chuva!!! Essa é uma das razões para ainda não ter fotos decentes da cidade, mas junto ao rio e ao canal há uns sítios giros. E a vista para a baia, com o Lake District lá ao fundo é espetacular, mas a única vez que vi não tinha máquina. Depois disso está sempre demasiado nublado para se ver…
Começo a perceber porque é que eles saiem a correr para os parques sempre que há uns raizitos de Sol. Aliás até eu já faço isso… Ashton Memorial, no Williamson Park. Num intervalinho ensolarado em que saí disparado para o Parque.

sexta-feira, 4 de julho de 2008

Primeiros tempos por terras de sua majestade


E surpresa das surpresas, em terras de sua majestade fazia a mesma temperatura que em Lisboa, com máximo de 27! O voo incluía uma maravilhosa passagem por Heathrow, que incluiu a fantástica experiência de estar numa fila com uma dúzia de aviões à espera para levantar voo. E levantavam também quase em filinha indiana. Depois Manchester, para apanhar comboio e finalmente Lancaster, depois de mais de 10 h de viagem!

E felizmente consegui arranjar quem me viesse buscar à estação de comboios, o Steve e a mulher, Caz, e que me ajudaram a acartar as malas para a minha casa provisória (o meu orientador está em trabalho de campo e deixou-me as chaves de casa dele). A casa fica do outro lado da cidade e é a subir, mas nada que não se tenha feito em 20 minutos, com paragens para reconhecer pontos estratégicos (basicamente os sítios onde comprar as coisas).

Chegado a casa: Hora de morrer para o mundo. Amanhã é dia de fazer qualquer coisa.

4ª feira, primeiro dia em Inglaterra: Depois de uma longa manhã ainda a recuperar da viagem e a arrumar o “quarto”, primeira ida à Universidade! E, muito corajosamente, decidi fazer o caminho a pé. Não sei quanto tempo levei a fazer, mas deve ter sido à volta de 1hora. Muito agradável esporadicamente, passando pelo meio das pastagens verdejantes do Verão inglês, mas certamente impraticável daqui para a frente: perder 2horas por dia para ir e voltar da Universidade!

Na Universidade andei umas duas horas a correr para a frente e para trás e para cima e para baixo, mas ao final desse tempo já me tinha conseguido registar e ter acesso à biblioteca e à Internet :) Muita burocracia, mas aparentemente funciona e os funcionários são impecavelmente simpáticos…

Voltei à cidade por um caminho alternativo e fui fazer as comprinhas do desenrasque na única loja que me lembrava do dia anterior. Depois disto já não podia com o braço, por causa da maldita vacina do tétano!!!

Canal de Lancaster, no caminho de volta da Universidade.

Jantei na casa do Steve, que me tinha convidado no dia anterior e depois disso ainda tive tempo de ir dar outra voltinha, desta vez até ao Williamson Park, que fica mesmo atrás da minha casa e tem uma bela vista para a Morecombe Bay e para o Lake District! E isto tudo graças a aqui só ficar de noite já depois das 22h.

No dia seguinte acordei com o braço ainda pior e cheio de sono. Isto de só haver umas 6h de escuro não está nada certo… Dia de ir as compras e do verdadeiro clima estival do Reino Unido se revelar finalmente :(

6a feira estou de volta a Universidade para tentar resolver mais umas burocracias e descobrir onde anda o meu departamento (isto aqui tambem anda em obras e esta tudo fora do sitio), mas hei-de arranjar um sitiozinho para meter as orelhas!

domingo, 29 de junho de 2008

Uns dias pelo Alentejo e outros por casa

Esta semana começou com uns dias pelo Alentejo a torrar ao Sol na companhia da Nadine. Fui fazer um trabalho de monitorização de aves na zona da Vidigueira, por causa dos blocos de rega do Alqueva! Basicamente tínhamos que registar todas as aves de rapinas que observássemos durante 1h em diferentes pontos. E alguns dos pontos montávamos um radar (como os dos barcos), para ver se ele detectava as mesmas aves que o observador. Ao todo montámos e desmontámos o aparato que se vê na foto abaixo (mais o que ficava na carrinha e não se vê) uma meia dúzia de vezes... Uma tarefa nada fácil com temperaturas quase nos 40ºC e que deixou a suas marcas!

Radar pronto para detectar as aves da planície alentejana.
Sequelas dos dias de trabalho no Alentejo, ou de não ter posto protector... O que vale é que o bronzeado à camionista está sempre na moda!
Para além desta tarefa diurna, que permitiu algumas observações interessantes (nomeadamente de rolieiro ;), tivémos um pequeno extra nocturno. Montámos o radar à noite, para tentar perceber se as aves também andam por aí a voar à noite. E pelos vistos andam. Ou pelo menos anda qualquer coisa. A migração nocturna nas aves é um fenómeno bastante conhecido, mas fora de época de migração é um pouco estranho andarem tantos OVNI no céu nocturno do Alentejo!!!! E se durante o dia já é difícil identificar o que o radar detecta, durante a noite é quase impossível, principalmente quando se tratam de objectos a 1000m de altitude. Enfim, este mistério há-de persisitir, pelo menos por mais algum tempo. Talvez morcegos???


OVNIs no céu nocturno da Vidigueira

Voltado a casa, 5ª foi dia de stress. A bolsa não vem, nem o resultado do TOEFL e o que já tinha chegado à Universidade, afinal não tinha... E para ajudar, uma vez que tinha que mandar muitos mails: a Internet tirou meio dia de folga :(

O que valeu foi 6ª. De manhã voltei a testar lentes de contacto e desta vez parece que acertaram no modelo. Parece que brevemente vou deixar de ser caixa de óculos. À tarde chegam finalmente os resultados do TOEFL e vou começar a receber a bolsa a tempo. Viva a FCT!!!!

Sábado de manhã: Dentista. Mais de uma hora à espera para me taparem um buraco e 2ª há mais. Começo a perceber o ódio que certas pessoas nutrem pelos dentistas...

sexta-feira, 20 de junho de 2008

Cá p'la terrinha...

Num passeio domingueiro com a trupe do costume, num dos sítios do costume: a Serra de Sintra, encontrámos, sem andar à procura e mesmo à beira do caminho que já fizemos tantas vezes, aquilo que eu já tinha desistido de procurar: um ninho de águia-de-asa-redonda (Buteo buteo). E de facto teria sido mesmo difícil encontrar o ninho se águia não tivesse ajudado…

Ninho de águia-de-asa-redonda (Buteo buteo) na Serra de Sintra.

Continuando a volta do costume, já na Peninha deparámo-nos com este pequeno mistério: duas plantas aparentemente da mesma espécie, mas com flores ligeiramente diferentes. Talvez uma mensagem para os insectos? O mais curioso é que apenas uma das plantas tinha as flores com a “aura” arroxeada e todas as flores dessa planta eram dessa cor... Alcar (Tuberaria guttata)

Durante a semana dei umas voltinhas pelo mato e pela praia perto de casa, para apanhar solzito e umas belas arranhadelas nas pernas. Acho que já não ficava neste estado desde criança! A minha esperança era poder tirar umas fotos a bicharocos e plantas, mas o vento não ajudou muito (e esta semana a Malveira da Serra fez jus ao seu cognome: Terras do Vento). Ou talvez tenha ajudado porque o mais interessante que vi caiu-me literalmente em cima, quiçá trazido pelo vento…

Primeiro esta estranha borboleta:

Zygaena fausta

E depois, enquanto espreitava dentro de uma toca para tentar perceber de que era, caiu-me este belo escaravelho em cima da cabeça. Quando era criança lembro-me de ter encontrado alguns neste sítio e achava que a minha imaginação de criança os tinha ampliado, mas de facto são mesmo grandinhos… (reparem no canto inferior esquerdo com o cartão da máquina fotográfica – 25x20mm – a servir de escala)


Cerambyx cerdo.

Para colmatar a semana em grande recebi a nota do exame TOEFL, finalmente!!! A pior parte foi o “speaking” (grande novidade…), mas tive a nota que precisava e só isso é que interessa. Espero nunca mais ter de me submeter a este tipo de exame (talvez mais correctamente chamado de extorsão).

Ah! E consegui finalmente tirar uma foto decente do rapúncio, apesar do vento :)

Rapúncio (Campanula rapunculus).