domingo, 10 de maio de 2009

Aquilo que uma pessoa tem de ouvir....

“Brrranco”
“Doce”
“Amigo”
“Boooleia”
Estas serao por ventura as palavras mais ouvidas (e muito ouvidas) por qualquer branco que se aventure por terras santomenses. Ao fim de algum tempo a pessoa fica um bocado farta de ouvir, mas la se acaba por habituar. A nao ser e claro que o pedido de doce venha de alguem que ja tenha ha muito deixado de ser crianca, o que curiosamente nao acontece assim tao raramente.

E depois ha as verdadeiras perolas que saiem das mentes e das bocas deste povo:
“Vai fazer essa barba”
“O brrrranco e doido”
“Brrrranco feio”
“Da-me dinheiro”
Gritadas a alto e bom som, que e para que todos oucam e se saiba quem teve a coragem de fazer a gracinha! Mas, va la, ha que entrar no espirito e deixar a brincadeira continuar...

Ate que um dia, no meio de uma Estrada dos infernos, depois de um dia miseravel, com gripe e a apanhar chuva, depois de fazer uns 20kms a andar as curvas para nao adiantar trabalho nenhum, vem um tractor em sentido contrario e, em vez de parar na curva para me deixar passar, vem-se enfiar mesmo a minha frente, no meio da Estrada e para o tractor.
“O tractor nao tem bateria”

Por favor, alguem que me explique o que se passa na cabeca desta gente (alguma coisa???). Vem com um tractor carregado, para uma Estrada infinita onde geralmente nao passa ninguem e o tractor nao tem bacteria? E depois atravessa-se a bloquear a Estrada e ainda pede bacteria, sem ter fios nem nada para que a minha bacteria lhe pudesse ser util? Francamente. E como se isto nao fosse o cumulo, depois de me fazer perder mais uma hora a espera que viesse gente para empurrar o tractor, o que e que dizem no fim?
“Da-me dinheiro”

Nao ha paciencia...
Ah, e como nao poderia deixar de ser no dia seguinte fiquei sem bacteria no meio da capital e tive mesmo que pagar 150.000dobras pelo arranjo, gracas as mexidelas que andaram a fazer na bacteria no dia anterior!
Da vontade de bater em alguem....

3 comentários:

tainha babujona disse...

txi patrrão...

Sandra disse...

Mas afinal pedem-te doce ou chamam-te doce? ;) Beijinhos

Ricardo Lima disse...

Tambem fico confuso, quando me chamam amigo doce... nao sei, nao