quarta-feira, 6 de maio de 2009

Arredores

Este domingo foi mais um dia dedicado a conhecer os arredores da Nova Moka.

Comecei por uma ronda para conhecer o quintal. Pode parecer um bocado ridiculo, mas so agora percebi verdadeiramente onde acaba o quintal. E que para alem de grande ate a semana passada estava coberto por um capim impenetravel. E descobri de que se andam a alimentar as ratazanas que costumam andar a correr no tecto. Bananas, obviamente. Anda uma pessoa a comprar bananas e afinal o quintal esta cheio de bananas. As centenas: banana-varla, banana-ana e banana-pao! Mas agora ja sei onde elas andam e como apanha-las, por isso vai deixar de ser preciso comprar bananas. Todos os sabados vai ser dia de apanhar banana!

Indo um pouco mais longe (Banana em Sao Tome e um tema muito longo, por isso e melhor abandona-lo ja! Um dia quem sabe dedique um post ao assunto: As bananas na republica das bananas), fui ate ao Rio aqui perto, para ver uma gruta de morcegos. E tendo em conta que se trata de uma ilha vulcanica estava bastante curioso para ver como teria surgido uma gruta (certamente nao haveria modelo carsico envolvido). Afinal era uma gruta escavada pelo proprio rio, fazendo uma ponte sobre o rio (Ponte-que-Deus-fez, como se diz por estas bandas). E ao sope da dita gruta havia uma bela cascata. Muito engracado, e apesar de nao ter conseguido fotografar os morcegos, havia-os por la. E muitos.



E arriscando-me a dar cabo da internet na ilha para o resto da eternidade aqui cometo a loucura completa de postar um video da gruta. E que as fotos nao ficaram la muito bem e acho que so mesmo com o video se percebe mais ou menos como era a gruta!


video

Para acabar o reconhecimento das redondezas, fui ate a Roca Saudade, que fica a uns 300m de casa. Sabia que o Almada Negreiros tinha nascido por la, mas como acontece sempre com as coisas que estao perto fui adiando a visita, ate este fim-de-semana. E eis a casa onde o dito senhor veio ao mundo:

Ao que parece ha uns anos tinha uma placa, mas agora nem sinais dela! Coisas do leve-leve...

Sem comentários: